quarta-feira, 2 de maio de 2018

Após escândalo, Cambridge Analytica encerra atividades


A consultoria Cambridge Analytica, pivô da polêmica de uso indevido de dados do Facebook, encerrou todas as suas operações nesta quarta-feira (2).

"Nos últimos meses, a Cambridge Analytica foi objeto de numerosas acusações infundadas e, mesmo com os esforços para corrigir as informações, foi denegrida por atividades que não apenas são legais, mas amplamente aceitas", diz um comunicado da empresa.
Sede da Cambridge Analytica no Reino Unido
Sede da Cambridge Analytica no Reino Unido
Foto: EPA / Ansa - Brasil
No entanto, a consultoria afirma que está conduzindo "investigações independentes" sobre o caso, direcionadas por Julian Malins, advogado condecorado pela rainha Elizabeth II.
"Minhas descobertas refletem o completo espanto da equipe em assistir aos programas e ler as notícias sensacionalistas que a imprensa tem publicado sobre a companhia em que trabalham", disse Malins.
"Nada do que eles ouviram ou leram era reflexo do que faziam na empresa", acrescentou.
A sociedade ainda aponta que, apesar da "inabalável confiança de que seus empregados agiram eticamente e dentro dos termos da lei", os "ataques midiáticos afastaram os patrocinadores e apoiadores da companhia".

A Cambridge Analytica era uma consultoria britânica especializada em análise de dados e estratégia de comunicação. A empresa foi acusada de usar dados de usuários do Facebook indevidamente, obtidos por meio de um aplicativo desenvolvido por um acadêmico. A companhia teve como cliente a campanha presidencial de Donald Trump.

Fonte:Terra 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog