quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Após mais de uma década no meio de avenida, casa 'rebelde' é demolida na China

Casa no meio de avenida em Xangai: Casa bloqueava avenida em Xangai havia 14 anos | Foto: Imaginechina© BBC Casa bloqueava avenida em Xangai havia 14 anos | Foto: Imaginechina
Uma famosa "casa prego" que bloqueava havia 14 anos o tráfego em uma avenida de Xangai, na China, foi demolida.
Desde 2003, os moradores recusavam todas as ofertas para deixar a residência, argumentando que a indenização oferecida não era suficiente.
Agora eles concordaram com um pacote de compensação no valor de cerca de 2,7 milhões de yuan (R$ 1,28 milhão), segundo informou a imprensa estatal.

As chamadas "casas prego" são comuns na China, diante do rápido desenvolvimento do país. O termo é usado para descrever a resistência de seus proprietários em aceitar as indenizações oferecidas para que sejam demolidas.
A casa em questão estava erguida no meio de uma avenida que foi ampliada. Como o prédio não foi demolido, o trânsito da via de quatro pistas precisava ser reduzido para duas pistas na sua altura, com o objetivo de contorná-lo.
Demolição da casa aconteceu durante a noite e levou cerca de 90 minutos | Foto: Imaginechina© BBC Demolição da casa aconteceu durante a noite e levou cerca de 90 minutos | Foto: Imaginechina

Em 90 minutos

De acordo com a agência de notícias estatal, a demolição foi feita durante a noite e levou cerca de 90 minutos.
À medida que as escavadoras se moviam para demolir a casa, água era pulverizada para reduzir a poeira no local.

As "casas prego" acabam frequentemente cercadas por entulho. Mas também há casos em que os empreiteiros seguem em frente e constroem ao seu redor.
'Casa prego' no meio de rodovia em Wenling, na província de Zhejiang, no leste da China: 'Casa prego', no leste da China, demolida em 2012© AFP 'Casa prego', no leste da China, demolida em 2012
Os donos muitas vezes vão ao extremo e mantêm suas propriedades intactas, mesmo quando arranha-céus e centros comerciais são erguidos acima delas ou estradas são planejadas para atravessá-las.

Fonte:BBC BRasil e MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Arquivo do blog