domingo, 10 de dezembro de 2017

Como ensinar a Teoria da Relatividade de Albert Einstein para crianças de 6 anos




A Teoria da Relatividade de Albert Einstein é um pilar da física moderna que transformou o entendimento sobre espaço, tempo e gravidade (Foto: Domínio público)

A Teoria da Relatividade de Albert Einstein é um pilar da física moderna que transformou o entendimento sobre espaço, tempo e gravidade. Por meio dela, é possível decifrar a expansão contínua do Universo, o movimento dos planetas e a existência de buracos negros.

Mas como explicar essa teoria tão importante quanto complexa para crianças?
Aí vai uma dica de narrativa, para que meninos e meninas de seis anos compreendam a descoberta de Einstein:
Há mais de 300 anos havia um cientista famoso em Cambridge, na Inglaterra, chamado Isaac Newton. Um dia, ele estava sentado embaixo de uma árvore e uma maçã caiu sobre a sua cabeça. Isso o fez perguntar por que a maçã cai assim, para baixo.
Se você olhar para os planetas orbitando ao redor do Sol, por exemplo, eles também devem estar girando assim porque algo os impede de sair vagando pelo espaço. Newton chamou esse fenômeno de gravidade.
E isso significa que uma coisa quer ficar perto de outra coisa. Vários anos depois, outro cientista, Albert Einstein, questionou o que realmente estava fazendo a maçã cair - o que é a gravidade?
Uma forma simples de explicar a Teoria da Relatividade é usar um trampolim. Se você colocar uma bola sobre a superfície do trampolim, que é plano, o que acontece com ela?
Ela fica parada. Vamos imaginar que o trampolim é como o espaço, que também é um material elástico. Se uma criança subir no trampolim, ela vai formar uma cavidade profunda por causa do seu peso.
Nesse caso, o que acontece com a bola que estava em cima do trampolim? Ela vai cair nessa espécie de "cratera" criada pelo peso da criança. Algo parecido acontece no espaço, com os planetas.
Einstein explica que, se você coloca algo grande e pesado - com muita massa - no espaço, ele vai se dobrar ao redor dessa massa, formando uma cavidade profunda que se parece com o buraco sem fundo criado no trampolim quando uma criança sobre em cima dele.

É por isso que os planetas ficam em órbita. A bola cai no chão quando é derrubada porque a Terra também está formando uma cavidade no que chamamos de tempo espacial. Não são só coisas em queda que são afetadas por objetos grandes - o tempo também é.
Outras coisas tendem a se deslocar até essa cavidade. Uma estrela, como o nosso Sol, é capaz de formar essa cavidade no espaço. E os planetas, como a Terra, vão descer a colina em direção a esse "buraco sem fundo".

Fonte:BBC Brasil e G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog